Incontinência Urinária: Prevalência e Fatores de Risco em Mulheres em uma Unidade Básica de Saúde

Authors

  • Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício
  • Maria Helena Barros Araújo Luz
  • Maria Helena Baena de Moraes Lopes
  • Nalma Alexandra Rocha de Carvalho

Keywords:

Incontinência urinária, Mulheres, Fatores de risco

Abstract

A incontinência urinária é defi nida pela International Continence Society como uma queixa de qualquer perda involuntária de urina. Este estudo objetivou estimar a prevalência de incontinência urinária; identifi car os fatores de risco associados à sua ocorrência, bem como traçar os perfi s sociodemográfi co e clínico de mulheres atendidas no Ambulatório de Ginecologia de uma Unidade Básica de Saúde de Teresina, no Piauí. Foi um estudo exploratório-descritivo, transversal, com abordagem quantitativa. Participaram da investigação 306 mulheres entre 20 e 83 anos. Utilizou-se como instrumento de investigação um formulário estruturado composto por dados sociodemográfi cos e clínicos. Uma análise estatística descritiva foi realizada a partir da distribuição de frequência e dos percentuais das variáveis, empregando-se as medidas de tendência central e dispersão e o teste do χ 2 com nível de signifi cância de 5% para verifi car as possíveis associações entre os quesitos estabelecidos nos objetivos específi cos da pesquisa. A prevalência de incontinência urinária foi de 40,8%. A maioria dos participantes apresentou incontinência urinária de estresse (60,0%), seguida da urgeincontinência (28,2%) e da incontinência urinária mista (12,1%). Houve predominância de mulheres de cor parda (64,8%), com afecções neurológicas (72,2%), das diabéticas (63,6%) e hipertensas (58,1%), daquelas submetidas às cirurgias pélvicas e abdominais (66,7%), das obesas (52,2%) e das tabagistas (72,2%). O estudo possibilitou conhecer a situação da incontinência urinária em mulheres assistidas na Atenção Básica, evidenciando resultados semelhantes aos existentes na literatura, contribuindo com informações relevantes e originais sobre a incontinência urinária, podendo despertar nos profi ssionais e gestores de saúde pública a necessidade de maior atenção para essa clientela, no sentido de prevenção e melhoria da qualidade de vida.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biographies

Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício

Programa de Pós-graduação e Mestre em Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (UFPI); Docente do Instituto Camilo Filho – Teresina (PI), Brasil.
Endereço para correspondência: Claudia Daniella Avelino Vasconcelos Benício – Universitário Ministro Petrônio Portela – Ininga, Bloco 12 – CEP: 64049-550 –
Teresina (PI), Brasil

Maria Helena Barros Araújo Luz

Professora Adjunta do Departamento de Enfermagem da UFPI – Teresina (PI), Brasil

Maria Helena Baena de Moraes Lopes

Professora do Departamento de Enfermagem da UNICAMP – Campinas (SP), Brasil.

Nalma Alexandra Rocha de Carvalho

Programa Institucional de Iniciação Científi ca Voluntária da UFPI – Teresina (PI), Brasil.

Published

2016-12-20

How to Cite

1.
Benício CDAV, Luz MHBA, Lopes MHB de M, Carvalho NAR de. Incontinência Urinária: Prevalência e Fatores de Risco em Mulheres em uma Unidade Básica de Saúde. ESTIMA [Internet]. 2016Dec.20 [cited 2020Aug.11];14(4). Available from: https://www.revistaestima.com.br/estima/article/view/428

Issue

Section

Original article

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >> 

Similar Articles

1 2 > >> 

You may also start an advanced similarity search for this article.