Exenteração Pélvica: Relato de Caso

Alexandra Isabel de Amorim Lino, Cristine Aves Costa de Jesus


Trata-se de um relato de caso de um paciente com colostomia úmida, após exenteração pélvica total, atendido em uma instituição hospitalar pública de saúde, localizada na cidade de Brasília (DF), Brasil. O objetivo geral foi a aplicação do processo de enfermagem em indivíduo no pós operatório mediato de exenteração pélvica total com colostomia úmida. A coleta de dados foi realizada no mês de setembro de 2013, por meio de entrevista e exame físico com duração de aproximadamente 40 minutos. Utilizou-se um instrumento elaborado pelas autoras, o qual foi fundamentado no referencial teórico de Wanda Horta, das Necessidades Humanas Básicas. Foram levantados os diagnósticos de enfermagem, resultados e intervenções pertinentes para este caso. Os diagnósticos identificados abordam, essencialmente, as necessidades psicobiológicas. Dentre os diagnósticos que subsidiaram o atendimento a esse paciente, temos: a Integridade tissular prejudicada, distúrbio na imagem corporal, incontinência intestinal, conhecimento deficiente, dor aguda, déficit para o autocuidado para banho, padrão de sono prejudicado, mobilidade física prejudicada e risco de infecção. Este relato confirma que uma assistência de enfermagem sistematizada promove um cuidado direcionado e um registro preciso e embasado cientificamente, que possibilita a continuidade da assistência de qualidade em conjunto com o cliente.


Keywords


Enfermagem. Diagnóstico de Enfermagem. Colostomia.

Full Text:

PDF    


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z1806-3144201700010008

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


SOBEST - Associação Brasileira de Estomaterapia: Estomias, Feridas e Incontinências
Rua Antônio de Godoi, n 35. Sala 102, Centro
CEP 01034-000
São Paulo/SP