Skip to main navigation menu Skip to main content Skip to site footer

Capacitação de um Cuidador para realizar o Enema Colônico Anterógrado

Abstract

Continência anal é a capacidade de eliminar flatus ou fezes no momento em que for conveniente, isto é: a capacidade de controlar a eliminação dos flatus e das fezes com o uso voluntário da relação entre volume e consistência das fezes, complacência e sensibilidade do reto, integridade da musculatura e da inervação do esfíncter anal.A incontinência anal (IA) é a incapacidade de reter o conteúdo retal e de eliminá-lo voluntariamente. Apresenta-se em graus variados e na criança está, normalmente, associada a malformações congênitas da coluna vertebral como mielomeningocele, agenesia sacral e do segmento anorretal como a imperfuração anal. Trata-se de condição constrangedora, incapacitante e com repercussão psicossocial e econômica significativa, levando pais e crianças, principalmente na fase escolar, a procurar ajuda médica.O tratamento da IA tem sido feito inicialmente com medidas conservadoras como o uso de dietas constipantes e até enemas retrógrados. Entretanto, pacientes com hipotonia intestinal secundária a disrafismos medulares tendem a não responder a essas medidas e podem ser tratados por meio de técnicas cirúrgicas que utilizam segmentos intestinais para a confecção de estomas cutâneos cateterizáveis, tornando possível a realização do enema colônico anterógrado (ECA)

Downloads

Download data is not yet available.