Resumo de Dissertação - Ensinando Mulheres a Fortalecer a Musculatura Perineal: Estudo da Efetividade do Uso de Automonitoramento na Prática de Exercícios

Aline Fernanda Negri, Gisele Regina de Azevedo


*Dissertação apresentada à Banca Examinadora, como exigência parcial para obtenção do título de Mestre Profi ssional

em Educação nas Profi ssões de Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 20/03/2014.

A incontinência urinária é uma condição de perda do controle vesical que ocasiona diversas alterações no convívio

social das mulheres. Os tratamentos propostos a essas pessoas incluem terapia farmacológica, cirúrgica e fortalecimento

muscular com abordagem comportamental. O presente estudo acompanhou quatro mulheres com incontinência

urinária de esforço, instituindo terapia comportamental como tratamento e utilizando análise comportamental

como método, com o objetivo de verifi car a alteração da força muscular com a orientação de um programa de fortalecimento

da musculatura do períneo, alternando com a utilização de automonitoramento. Foram realizadas consultas

individuais semanais, em períodos diferentes para cada participante, com 6 a 14 semanas de acompanhamento.

Os dados foram analisados e comparados individualmente por participante e, ao fi nal do acompanhamento, três

participantes obtiveram valores superiores na avaliação objetiva da força muscular comparada com a inicial, as quatro

mulheres apresentaram valores superiores na avaliação subjetiva da força muscular da musculatura do períneo

e todas relataram melhora dos sintomas. O automonitoramento foi considerado uma ferramenta importante para o

acompanhamento dessas mulheres.

DESCRITORES: Incontinência urinária. Diafragma pélvico. Automonitoramento. Terapia comportamental. Comportamento.

Análise do comportamento.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


SOBEST - Associação Brasileira de Estomaterapia: Estomias, Feridas e Incontinências
Rua Antônio de Godoi, n 35. Sala 102, Centro
CEP 01034-000
São Paulo/SP