Instruções aos Autores

Preparo do Manuscrito

Os manuscritos deverão ser inéditos, podendo ser apresentados em português, inglês ou espanhol. Não serão aceitos manuscritos encaminhados simultaneamente a outros periódicos ou previamente publicados.

Todas as comunicações e notificações serão feitas ao autor, exclusivamente pelo sistema eletrônico ou por e-mail. A identificação dos autores deve ser feita somente no sistema de submissão. Não serão aceitos artigos que apresentam os nomes dos autores no corpo do texto do manuscrito. As seguintes informações devem ser apresentadas no momento da submissão: nomes completos de todos os autores, afiliação (instituição de origem com 3 instâncias), e-mail e ORCID. O cadastro para obtenção do ORCID é gratuito e poderá ser feito individualmente ou pela instituição, através do link: https://orcid.org/. O nome do autor correspondente deverá ser especificado e conter além das informações obrigatórias, o endereço postal completo.

Para garantir a integridade do processo de revisão cega por pares, é obrigatório evitar as identidades dos autores no corpo do texto. Portanto, verifique se os seguintes passos foram dados em relação ao texto e às propriedades do arquivo: (1) exclua o nome dos autores no texto; (2) não inclua a seção “Agradecimentos; (3) não incluir a seção "Contribuição do autor"; e (4) a identificação do autor também deve ser removida das propriedades do arquivo. Na etapa de edição de texto, após a aprovação do manuscrito, o autor correspondente será solicitado a preencher todas essas informações.

A ESTIMA – Braz. J. Enterestomal Ther. endossa a taxonomia do CRediT dos papéis dos contribuintes e encoraja os autores a usar essa taxonomia ao fornecer uma seção de Contribuição dos Autores para seus manuscritos. Após aprovação do artigo, a equipe de editoração da revista irá solicitar a identificação da contribuição de cada autor.

Portanto, no ato da submissão deve ser apresentado apenas um documento que contenha:

a) Título: deve estar em português, inglês e espanhol e sem abreviações. O título deve ser conciso e explicativo e representar o conteúdo do trabalho. Deve conter, no máximo, 15 palavras, com espaçamento 1,5 da linha. Itens não permitidos: siglas, abreviações e localização geográfica da pesquisa.

b) Resumo: deve ser estruturado e conter objetivos, método, resultados e conclusão, redigido em parágrafo único, em até 200 palavras. Devem ser apresentadas suas traduções para o inglês (abstract) e espanhol (resumen). Caso o manuscrito seja escrito originalmente em espanhol, deve conter as traduções para o português e inglês; e quando escrito originalmente em inglês, deve conter as traduções para o português e espanhol.

c) Descritores: deve incluir de 3 a 6 descritores, separados por ponto, também apresentados em português, inglês e espanhol respectivamente após o resumo, abstract e resumen. Os descritores devem estar de acordo com os Descritores em Ciências da Saúde (DECs) ou MeSH (Medical Subject Headings) e devem ser consultados, respectivamente, nos sites http://decs.bvs.br/ e http://www.nlm.nih.gov/mesh/. É recomendada a utilização da palavra chave “Estomaterapia” em todos os artigos submetidos, objetivando sua inserção futura como descritor.

d) Texto estruturado na seguinte sequência: Introdução, Objetivos, Métodos, Resultados, Discussão (contendo limitações e recomendações), Conclusão e Referências. Em se tratando de estudos com abordagem qualitativa, as seções Resultados e Discussão poderão ser apresentadas conjuntamente. Anexos somente serão aceitos quando necessários e indispensáveis para o estudo. O manuscrito deverá ser apresentado logo após os resumos e descritores, em formato editor Microsoft Word 2003 ou superior com extensão .doc ou .docx, Fonte Times New Roman tamanho 12, justificado, espaço 1,5 da linha em todo o texto e sem paginação ou quebras de página ou seção em toda extensão do arquivo.

e) Figuras e tabelas: Serão permitidas, no máximo, cinco tabelas ou figuras que deverão estar inseridas no corpo do texto, logo após terem sido mencionadas pela primeira vez. As fontes internas das ilustrações deverão ser do tipo Times New Roman 10 com espaçamento simples. A elaboração das tabelas deve seguir as "Normas de Apresentação Tabular" estabelecidas pelo Conselho Nacional de Estatística e publicadas pelo IBGE (1993). Quando a tabela for extraída de outro trabalho, a fonte original deve ser mencionada logo abaixo da mesma. Neste caso, deve ser solicitada a autorização para os autores. O título da tabela e figura deve conter informações mínimas pertinentes e necessárias, incluindo local e ano de coleta dos dados. As ilustrações deverão ser apresentadas centralizadas e sem recuo, não ultrapassando o tamanho de uma folha. Não serão aceitas fotos ou figuras originárias de outros estudos sem a autorização dos autores originais. Quando houver fotografias, estas devem estar em resolução acima de 300dpi. Link para as normas IBGE: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv23907.pdf

f) Financiamento: este deve ser mencionado no final do texto, caso o estudo tenha recebido apoio de órgãos de fomento ou de empresas. Em virtude da Portaria CAPES n. 206 de 4 de setembro de 2018, que dispõe sobre a obrigatoriedade de citação da CAPES é solicitado a todos os autores que informem o recebimento de auxílio parcial ou integral à pesquisa em todos os manuscritos submetidos. Deve ser informado o número do processo do auxílio recebido (grant).

g) Referências: As citações e referências devem ser elaboradas de acordo com as normas Vancouver (http://www.icmje.org). Cada manuscrito pode conter, no máximo 25 referências, das quais 75% de artigos publicados em periódicos recentes, nos últimos cinco anos. Para artigos do tipo revisão não há restrição quanto ao número de referências.

Dissertações, teses, livros, documentos oficiais, resumos em anais de eventos e links da Internet são considerados textos de literatura cinzenta e sua citação deve ser restrita a no máximo três citações por artigo. A exatidão das informações nas referências é de responsabilidade dos autores.

 

Guias para apresentação do texto

A ESTIMA – Braz. J. Enterestomal Ther. recomenda a utilização de guias da Rede Equator para o preparo e submissão dos manuscritos, conforme tipo de estudo:

      Ensaio clínico randomizado: CONSORT.

      Revisões sistemáticas e metanálises: PRISMA.

      Estudos observacionais em epidemiologia: STROBE.

      Estudos qualitativos: COREQ.

 

Tradução/versão

Todos os artigos serão publicados nos idiomas português e inglês ou espanhol e inglês. Durante a etapa de editoração dos artigos aprovados será solicitado aos autores o pagamento da taxa para versão ou tradução para a segunda língua. Para garantir a qualidade e padronização, as mesmas serão realizadas por empresa especializada contratada pela ESTIMA – Braz. J. Enterestomal Ther. e submetidas ao autor correspondente para aprovação.

 

Taxas para Autores

A taxa de submissão do manuscrito será R$160,00 para os não associados à SOBEST. Esta taxa não será cobrada para os associados da SOBEST. O pagamento da taxa deverá ser realizado por meio de depósito bancário. O comprovante do depósito ou de associado deverá ser anexado no sistema durante o processo de submissão do manuscrito. A taxa não será devolvida aos autores em qualquer circunstância.

A taxa para versão/tradução para o segundo idioma será de R$400,00. Após aprovação do manuscrito, na etapa de edição, os autores serão notificados pela equipe editorial para o pagamento da mesma que deverá ser realizada e comprovado da mesma forma.

Dados bancários para depósito:

Banco 341 - Itaú Unibanco S.A.
Agência: 0037 Conta Corrente: 77000-5
SOBEST – Associação Brasileira de Estomaterapia
CNPJ 67.832.063/0001-85