Avaliação da Atividade Cicatricial do Aloe vera em Feridas em Dorso de Ratos

Authors

  • Patrícia Lima Mercês Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil. Rua 232, 128, 3o Andar, Sala 5 – CEP: 74605-010 – Goiânia (GO), Brasil – E-mail: patricialimamerces@gmail.com
  • Lilhian Alves de Araújo Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil.
  • Ana Carolina Vicente Araújo Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil.
  • Maísa Helena de Abreu Silva Santos Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil.
  • Susy Ricardo Lemes Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil.
  • Paulo Roberto de Melo-Reis Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) – Goiânia (GO), Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5327/Z1806-3144201700010006

Keywords:

Babosa. Cicatrização. Fitoterapia. Estomaterapia.

Abstract

A Aloe vera, popularmente conhecida como babosa, é uma das plantas mais utilizadas no tratamento de feridas, visto que inúmeras pesquisas relatam suas propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias. O objetivo do estudo foi avaliar a influência da Aloe vera na atividade cicatricial de feridas induzidas em dorso de ratos. Foram utilizados 15 ratos saudáveis da espécie Rattus norvegicus albinus. Por intermédio da criação de uma lesão no dorso de cada rato utilizando um molde do tamanho retangular 2,0 x 3,0 cm, foi aplicado o gel de Aloe vera, solução teste, além dos controles positivo e negativo. Os resultados na avaliação macroscópica demonstraram que 100% dos ratos tratados com o gel de Aloe vera apresentaram um fechamento completo das lesões no 21o dia do experimento. O grupo controle positivo obteve 40% das amostras com fechamento completo. A análise estatística demonstrou, no entanto, que não houve diferença significativa entre o grupo teste e o grupo controle positivo (p>0,05), porém houve diferenças (p<0,05) entre o grupo teste e o controle negativo. Por meio dos resultados obtidos, concluiu-se que o gel de Aloe vera apresenta potencial aplicabilidade farmacêutica para o tratamento de feridas, podendo apresentar componentes isolados pró-angiogênicos.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Published

2017-01-13

How to Cite

1.
Mercês PL, de Araújo LA, Araújo ACV, Santos MH de AS, Lemes SR, de Melo-Reis PR. Avaliação da Atividade Cicatricial do Aloe vera em Feridas em Dorso de Ratos. ESTIMA [Internet]. 2017 Jan. 13 [cited 2021 Nov. 27];15(1). Available from: https://www.revistaestima.com.br/estima/article/view/449

Issue

Section

Original article

Similar Articles

You may also start an advanced similarity search for this article.