ANALYSIS OF THE DRESSING PRODUCTION RECORDS CARRIED OUT IN BRAZIL, 2017 – 2019

Authors

  • Scheila Mai SOBEST
  • Vânia Celina Dezoti Micheletti Universidade do Vale do Rio do Sinos – Escola de Saúde − Porto Alegre (RS), Brazil.
  • Fábio Herrmann Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – Ciências da Saúde − Porto Alegre (RS), Brazil.
  • Diani de Oliveira Machado Ministério da Saúde − Secretaria de Atenção Hospitalizada à Saúde – Brasília (DF), Brazil.
  • Silvana Prazeres Universidade do Vale do Rio do Sinos – Escola de Saúde − Porto Alegre (RS), Brazil.

Abstract

Objective: to analyze the record of dressings in the different Health Information Systems (Sistemas de Informação à Saúde-SIS). Method: it is a descriptive study, based on secondary data, in the period between 2017 and 2019. The data were extracted from open access systems and national coverage, among them: 1) Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais-SIGTAP (Management System for the Table of Procedures, Drugs, Orthoses, Prostheses and Special Materials); 2) Sistema de Informação da Atenção Básica-SISAB (Primary Care Information System); 3) Sistema de Informação Ambulatorial-SIA/SUS (Ambulatory Information System). Results: 74,032,134 simple dressings were registered, of which 46.1% in 2017, 27.1% in 2018 and 26.7% in 2019. Regarding the grade II curative procedure with or without debridement, there were 11,559,664, with a value of approved of R$ 380,142,162.10. Of which 31.6% in 2017, 32.6% in 2018 and 35.8% in 2019. The name of the dressing procedure differs from Primary Care for the other levels of care, although in SISAB the dressings are called simple dressing and special dressing, both are related to the SIGTAP code: 0401010023 - Dressing Grade I. While in SIA/SUS the procedures related to dressing are 0401010023 - Dressing Grade I; and 0401010015 - Grade II dressing, making it difficult to compare procedures. In SIGTAP, the professional stoma nurse is qualified only to register a dressing 0401010023 - Grade I dressing, with or without debridement. Conclusion: the study reveals the need for revision of the SIS, due to inconsistencies of information, in addition to the SIS not communicating with each other. Thus, the completeness of the data needs to be considered, otherwise the knowledge generated may not represent reality.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biography

Vânia Celina Dezoti Micheletti, Universidade do Vale do Rio do Sinos – Escola de Saúde − Porto Alegre (RS), Brazil.

Mestrado Profissional de Enfermagem

References

Pinheiro ALS, Andrade KTS, Silva DO, Zacharias FCM, Gomide MFS, Pinto IC. Gestão da Saúde: o uso de sistemas de informação e o compartilhamento de conhecimento para a tomada de decisões. Texto contexto Enferm 2016;25(3): e3440015. https://doi.

org/10.1590/0104-07072016003440015

Correia LOS, Padilha BM, Vasconcelos SML. Métodos para avaliar a completitude dos dados dos sistemas de informação em saúde do Brasil: uma revisão sistemática. Ciênc saúde coletiva 2014;19(11):4467-78. https://doi.org/10.1590/1413812320141911.02822013

Mai S, Guimarães CF, Silva JM, Hinkel JHS. O Uso das Tecnologias na Democratização da Informação em Saúde. RGSS 2017;6(3):210-18. Available at: http://www.revistargss.org.br/ojs/index.php/rgss/article/view/287/215

Sousa CMS, Mascarenhas MDM, Lima PVC, Rodrigues MTP. Incompletude do preenchimento das notificações compulsórias de violência - Brasil, 2011-2014. Cad Saúde Colet 2020;28(4):477-87. https://doi.org/10.1590/1414-462X202028040139

Marques CA, Siqueira MM, Portugal FB. Avaliação da não completude das notificações compulsórias de dengue registradas por município de pequeno porte no Brasil. Ciênc saúde coletiva 2020;25(3):891-900. https://doi.org/10.1590/1413-81232020253.16162018

Araújo JR, Filho DCA, Machado LDS, Martins RMG, Cruz RSBLC. Sistema e-SUS AB: percepções dos enfermeiros da Estratégia Saúde da Família. Saúde Debate 2019; 43(122):780-92. https://doi.org/10.1590/0103-1104201912210

Paula MAB, Ribeiro SLS, Santos VLCG. Quem são e onde estão os enfermeiros especialistas em estomaterapia no Brasil? ESTIMA, Braz J Enterostomal Ther 2019;17: e2419. https://doi.org/10.30886/estima.v17.820_PT

Pinto LF, Freitas MPS, Figueiredo AWS. Sistemas Nacionais de Informação e levantamentos populacionais: algumas contribuições do Ministério da Saúde e do IBGE para a análise das capitais brasileiras nos últimos 30 anos. Ciênc Saúde Coletiva 2018;23(6):1859-70. https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.05072018

Ministério da Saúde (BR). Auditoria nas assistências ambulatorial e hospitalar no SUS: Orientações técnicas. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016.

Ministério da Saúde (BR). E-SUS Atenção Básica: manual de uso do sistema com prontuário eletrônico do cidadão - PEC (versão 3.1). Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2018.

Ministério da Saúde (BR). Datasus, SIGTAP − Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS [Internet]. [Acesso em 2020 mar 04]. Available at: http://sigtap.datasus.gov.br/tabela-unificada/app/sec/inicio.jsp

Ministério da Saúde (BR). DATASUS. Informações de saúde (TABNET). [Acesso em 2020 abri 02]. Available at: https://datasus.saude.gov.br/informacoes-de-saude-tabnet/

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BR). Estimativas de população. [Acesso em 10 de março de 2020]. Available at: www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/estimativa_pop.shtm

Ministério da Saúde (BR). Departamento de Atenção Básica. Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica – SISAB; 2020. [acesso em 2020 mar 15]. Available at: https://sisab.saude.gov.br/

Portaria n. 2.148 de 28 de agosto de 2017 (BR). Dispõe sobre o que estabelece o início do envio de dados de serviços da Atenção Básica para o Conjunto Mínimo de Dados (CMD) e encerra o envio de dados para o Sistema de Informação Ambulatorial (SIA).

Diário Oficial da União [periódico na internet], Brasília (DF). 14 out 2017 [cited 5 mar 2020]. Available at: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2148_14_09_2017.html

Santos BRP, Biaggi C, Damian IPM. A importância da gestão da informação como uma atividade do profissional da informação na área da saúde. Rev Digit Bibliotecon Cienc Inf 2019;17:1-17. http://doi.org/10.20396/rdbci.v17i0.8650300

Published

2021-03-30 — Updated on 2021-06-16

Versions

How to Cite

1.
Mai S, Micheletti VCD, Herrmann F, Machado D de O, Prazeres S. ANALYSIS OF THE DRESSING PRODUCTION RECORDS CARRIED OUT IN BRAZIL, 2017 – 2019. ESTIMA [Internet]. 2021 Jun. 16 [cited 2021 Jun. 24];19. Available from: https://www.revistaestima.com.br/estima/article/view/1009

Issue

Section

Original article